Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
2

Gaia critica inspectores

O vice-presidente da Câmara de Gaia lamentou ontem que os relatórios das entidades inspectivas do Estado, como a Inspecção-Geral de Finanças (IGF), Inspecção-Geral da Administração do Território (IGAT) e o Tribunal de Contas (TC), “se tenham transformado em instrumentos de combate político-partidário”.
13 de Agosto de 2006 às 00:00
Marco António Costa
Marco António Costa FOTO: Jorge Paula
Em declarações ao CM, Marco António, explicou que as entidades inspectivas “em vez de se cingirem aos factos, muitas vezes têm a tentação de acrescentar apreciações de mérito e opinativas. “É tempo de pôr cobro a esta situação”, comentou.
Na esfera partidária, Marco António criticou ontem as declarações de comandante Azevedo Soares, primeiro-vice-presidente do PSD, segundo as quais a Festa do Pontal, que se realiza no dia 19 em Quarteira, Algarve, “é um espaço para militantes” e a presença de Filipe Menezes “não tem qualquer relevância”. Sinto-me um bocadinho triste” ao ver a desvalorização de uma iniciativa que é um referencial histórico do partido, numa altura em que o PSD precisa de ser motivado e estimulado”, disse o conselheiro nacional do PSD.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)