Sub-categorias

Notícia

Tudo está a ser feito para evitar quebras de comunicações em catástrofe

Garantia foi dada pelo ministro Azeredo Lopes.
Por Lusa|17.04.18
  • partilhe
  • 0
  • +
O Ministro da Defesa considerou esta terça-feira que só uma "pessoa insensata" pode dizer que não haverá quebras nas comunicações em situação de catástrofe, mas assegurou que tudo está a ser feito para evitar esse cenário com sistemas redundantes.

"É possível garantir que tudo está a ser feito para que sistemas redundantes existam, as garantias, numa situação de cataclismo como aquela que aqui está a ser testada, só uma pessoa insensata pode garantir isso", afirmou o ministro Azeredo Lopes, em Tavira, em declarações aos jornalistas durante a apresentação do exercício Fénix, que o Exército realizou nos últimos dias no Algarve para testar a Unidade de Apoio Militar de Emergência em situação de simulacro de sismo de 7 graus na escala de Richter.

Azeredo Lopes, que esteve acompanhado por deputados da Comissão de Defesa da Assembleia da República, garantiu que, "na medida do que é possível fazer do ponto de vista da resposta pública", está-se a trabalhar para "ter a certeza de que não há um, não há dois, há vários sistemas e várias redundâncias, que permitem eliminar até onde é possível a hipótese, que seria evidentemente muito má, de um sistema de comunicação colapsar ou não funcionar".

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!