Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
3

GOVERNO NA ESTRADA

O PSD e o CDS-PP vão assinalar, já a partir do próximo dia 15, o primeiro aniversário das eleições legistativas (17 de Março de 2002) e a tomada de posse do Governo (6 de Abril de 2002). Para tal, o primeiro--ministro, Durão Barroso, vai enviar um ministro a 17 distritos do Continente. Nesta ‘volta a Portugal’ só ficam de fora o próprio Durão Barroso e Paulo Portas (ver infografia), que permanecerão em Lisboa (o 18.º distrito do Continente).
10 de Março de 2003 às 00:00
Segundo informou o secretário-geral adjunto do PSD, Matos Rosa, a iniciativa integra-se num conjunto de sessões que os dois partidos vão promover durante 22 dias por todo o País, sob o lema "Uma maioria, um projecto por Portugal". As comemorações culminam em Lisboa no dia 6 de Abril com uma iniciativa, ainda não anunciada, que contará com a presença de Barroso e Portas.

Em declarações ao Correio da Manhã, Matos Rosa explicou que tudo está a ser preparado há cerca de quatro meses pelo secretário-geral do PSD, José Luís Arnaut, “em conjunto com a direcção do CDS-PP”.
Segundo a mesma fonte, os ministros não vão propriamente entrar em contacto com as populações como se tratasse de uma campanha eleitoral. “A ideia – adianta Matos Rosa – é participar em colóquios, sessões públicas e jantares-debate para explicar as políticas do Governo em determinadas matérias. Muitas sessões serão públicas, mas outras haverá que necessitam de convite, que, aliás, “já estão a ser preparados pelos respectivos partidos”.~

De acordo com Matos Rosa, o PSD, isoladamente, está a preparar uma série de iniciativas para a semana, além obviamente, do Conselho Nacional marcado para dia 17, em Lisboa.
Ver comentários