Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
8

“Governo pratica injustiça social”

António José Seguro acusou ontem o primeiro ministro Pedro Passos Coelho de estar a governar o País com injustiça social, incumprimento eleitoral e insensibilidade social. Críticas duras que abriram o XVIII Congresso do PS, em Braga.
10 de Setembro de 2011 às 00:30
Mário Soares regressou ao palco de um congresso socialista após 25 anos de ausência. Optava por enviar mensagens de apoio ao líder. Ontem, Soares esteve sempre ao lado de António José Seguro
Mário Soares regressou ao palco de um congresso socialista após 25 anos de ausência. Optava por enviar mensagens de apoio ao líder. Ontem, Soares esteve sempre ao lado de António José Seguro

Seguro denuncia que as medidas de austeridade não constam no memorando da troika. "Governo pratica injustiça social e isto é uma violação da dignidade dos portugueses", disse o líder do PS.

"Não é justo que um trabalhador que ganha 600 euros sofra o imposto extraordinário sobre os rendimentos, e que as empresas com lucros superiores a dois milhões de euros não paguem nada. Não é justo". E com o desafio das eleições regionais à porta, o líder do PS lançou o tom para a campanha socialista na Madeira. "Ao défice democrático, junta-se agora o défice das contas públicas", afirmou. E exigiu respostas de Passos Coelho antes das eleições, a 9 de Outubro. "Diga quais as obrigações que decorrem desse pedido de assistência financeira do governo regional", exigiu.

Seguro foi recebido em Braga por Mário Soares, que regressa a um congresso ao fim de 25 anos. Abraçou o fundador do PS no palco, mas voltou a descer para abraçar também o adversário derrotado, Francisco Assis, sentado nas primeiras filas. Antes, António José Seguro desfez-se em cumprimentos aos congressistas e militantes, a lembrar que "as pessoas estão primeiro" "O PS quer aproximar-se mais dos trabalhadores, os que têm emprego e os desempregados", salientou Seguro.

PS CONGRESSO SEGURO MÁRIO SOARES OPOSIÇÃO
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)