Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
7

Há relações familiares no novo Governo? António Costa garante que não

Primeiro-ministro indigitado apresentou a equipa do XXII Governo Constitucional esta segunda-feira.
Lusa 21 de Outubro de 2019 às 13:10
António Costa
 António Costa reuniu com Marcelo Rebelo de Sousa
 António Costa reuniu com Marcelo Rebelo de Sousa
 António Costa reuniu com Marcelo Rebelo de Sousa
António Costa
António Costa
 António Costa reuniu com Marcelo Rebelo de Sousa
 António Costa reuniu com Marcelo Rebelo de Sousa
 António Costa reuniu com Marcelo Rebelo de Sousa
António Costa
António Costa
 António Costa reuniu com Marcelo Rebelo de Sousa
 António Costa reuniu com Marcelo Rebelo de Sousa
 António Costa reuniu com Marcelo Rebelo de Sousa
António Costa
O primeiro-ministro indigitado afirmou esta segunda-feira que na equipa do XXII Governo Constitucional, hoje apresentada ao Presidente da República com a inclusão dos secretários de Estado, não há qualquer tipo de relação familiar entre membros do executivo.

António Costa transmitiu esta posição no Palácio de Belém, após o chefe de Estado ter dado o seu assentimento à lista dos secretários de Estado do XXII Governo Constitucional.

Questionado se, na formação do novo executivo, teve em conta a controvérsia em torno da existência de relações familiares na equipa cessante que formou em novembro de 2015, o primeiro-ministro indigitado respondeu: "Vi muita ficção jornalística, vi muitos poucos casos concretos. Aquilo que sabemos - e que todos podem observar - é que não há no Governo qualquer tipo de relação familiar".

Do XXII Governo Constitucional, face ao cessante, vão sair o ministro do Trabalho e da Segurança Social, José António Vieira da Silva, que é pai de Mariana Vieira da Silva, que no novo executivo será ministra de Estado e da Presidência.

Por outro lado, Ana Paula Vitorino, mulher do ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, deixou o Ministério do Mar, sendo substituída por Ricardo Serrão Santos.

Quanto aos gabinetes dos membros do executivo, António Costa referiu que o Governo cessante "convidou a Assembleia da República, e o Grupo Parlamentar do PS correspondeu ao convite, tendo sido aprovada no parlamento um diploma definindo também regras relativamente a relações familiares".

"Foi definida uma lei e, havendo uma lei, a lei deve ser cumprida", acrescentou o primeiro-ministro indigitado.
Estado XXII Governo Constitucional António Costa política governo (sistema)
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)