Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
5

Iniciativa Liberal critica parcialidade de inquérito do Novo Banco que tem como objetivo "branquear papel" do PS

João Cotrim Figueiredo explicou as linhas gerais das cerca de 15 propostas de alteração que o partido apresentou à versão preliminar do documento.
Lusa 24 de Julho de 2021 às 16:34
João Cotrim de Figueiredo
João Cotrim de Figueiredo FOTO: Lusa
A Iniciativa Liberal criticou este sábado a parcialidade e desequilíbrio do relatório da comissão de inquérito do Novo Banco, cujo único objetivo é "branquear o papel" do PS, propondo alterações para uma supervisão independente, mais eficaz e com menos secretismo.

Em declarações à agência Lusa, o deputado da Iniciativa Liberal, João Cotrim Figueiredo, explicou as linhas gerais das cerca de 15 propostas de alteração que o partido apresentou à versão preliminar do relatório final da Comissão Eventual de Inquérito Parlamentar às perdas registadas pelo Novo Banco e imputadas ao Fundo de Resolução, cujo relator é o deputado do PS Fernando Anastácio.

"A nossa leitura do relatório preliminar da comissão parlamentar de inquérito não difere muito de todos os partidos que não o do partido relator. Toda a gente reconhece que é um relatório muito parcial, muito pouco equilibrado e com um único objetivo - que aliás o PS já tinha dado a entender que era o seu - de branquear o papel de qualquer Governo do PS, qualquer responsável do PS, qualquer envolvimento do PS nestas matérias", criticou.

Iniciativa Liberal Novo Banco Governo do PS política parlamento economia negócios e finanças media
Ver comentários