Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
9

Irmã de Robles já tinha casa em Portugal quando comprou prédio de Lisboa

Facto contraria motivo apresentado pelo ex-vereador do Bloco para justificar investimento.
Débora Carvalho 8 de Agosto de 2018 às 03:24
Concelhia de Lisboa do PSD diz que renúncia de Robles retira razão a Catarina Martins
Casa de Robles
Prédio de Ricardo Robles
Concelhia de Lisboa do PSD diz que renúncia de Robles retira razão a Catarina Martins
Casa de Robles
Prédio de Ricardo Robles
Concelhia de Lisboa do PSD diz que renúncia de Robles retira razão a Catarina Martins
Casa de Robles
Prédio de Ricardo Robles
A irmã de Ricardo Robles, emigrada desde 2011 na Bélgica, já era proprietária de uma casa na Herdade da Aroeira, concelho de Almada, quando em 2014 comprou a meias com o irmão o polémico prédio em Alfama, Lisboa.

Este dado contraria assim a justificação que o ex-vereador do BE na Câmara de Lisboa deu, no dia 27 de julho, para o negócio. "Em 2014, a minha irmã tinha a intenção de regressar a Portugal com o seu filho. O imóvel foi adquirido para ser a habitação da minha irmã.

A gestão do arrendamento das restantes frações ficaria a seu cargo", disse. A morada fiscal de Lígia Robles, na caderneta predial do imóvel como no processo de licenciamento da obra, é na rua dos Pinheiros, na Aroeira. Nesta zona, Jorge Jesus, Rui Vitória ou Luisão têm casa.

Questionado pelo CM, Robles confirmou que a irmã adquiriu o imóvel em 2003 e que ainda o detinha na data do negócio. Em 2017, a irmã casou com um alemão, com o qual teve um segundo filho, e desistiu de regressar a Portugal. O prédio, comprado por 347 mil euros num leilão do Estado, esteve à venda por 5,7 milhões de euros.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)