Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
9

Jardim gastou meio milhão em viagens "secretas"

O presidente do Governo Regional da Madeira, Alberto João Jardim, gastou mais de meio milhão de euros em 2008 em viagens classificadas como “secretas”. O valor corresponde a mais de um quarto do orçamento da presidência regional.
2 de Maio de 2009 às 17:42
Alberto João Jardim
Alberto João Jardim FOTO: D.R.

A notícia é avançada este sábado pelo jornal Público, segundo o qual o Tribunal de Contas (TC) critica o facto de o governo regional recorrer de forma sistemática a esta classificação para as viagens.

Segundo o TC, esta prática “indicia uma aplicação tendencialmente constante da excepção prevista (...) passível de a transformar em regra”, escreve o jornal.

Por sua vez, Alberto João Jardim justifica estes procedimentos com a necessidade de “haver celeridade no processo” de aquisição das viagens.

O presidente madeirense explica ainda os motivos para a contratação da agência Top Atlântico por ajuste directo, invocando “a necessidade de ter de se deslocar com frequência quer ao continente quer ao estrangeiro (...) as especiais precauções, nomeadamente no que respeita à segurança pessoal (...)e à confidencialidade das respectivas acções”, noticia o diário.

O jornal refere ainda que na análise feita pelo TC a seis viagens de Jardim, o presidente madeirense ausentou-se em média por uma semana para participar em reuniões com um dia de duração. Estas viagens custaram mais de 70 mil euros, sendo que apenas em duas delas coube ao Executivo regional o pagamento dos bilhetes de avião.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)