Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
8

Jerónimo de Sousa: "Governo vai ter de prestar contas"

O secretário-geral do PCP, Jerónimo de Sousa, reiterou este domingo que o primeiro-ministro "enganou" os portugueses quando disse que os sacrifícios seriam repartidos por todos, garantindo que o Governo "mais tarde ou mais cedo vai ter de prestar contas".
6 de Março de 2011 às 18:04
Secretário-geral do PCP lançou críticas a José Sócrates
Secretário-geral do PCP lançou críticas a José Sócrates FOTO: André Kosters/Lusa

No dia em que o PCP celebra 90 anos, o líder comunista atacou o Governo - que "assumindo-se como PS, tem praticado uma política de direita" - e voltou a rejeitar o argumento da necessidade de estabilidade governativa. 

"Este Governo mais tarde ou mais cedo acabará por prestar contas ao povo português", declarou Jerónimo de Sousa, num almoço-convívio em Fernão Ferro (Seixal), com mais de 800 apoiantes, segundo a organização.  

Questionado pelos jornalistas, o secretário-geral do PCP rejeitou "fazer futurologia", mas defendeu que "é preciso parar com isto".  

"Portugal está a afundar-se. Esta situação das taxas de juro, do recurso a empréstimos sistemáticos, estão a criar um garrote ao país. Os juros exorbitantes vão funcionar como uma espada sobre o nosso país", afirmou Jerónimo de Sousa, que alertou que "a recessão vem aí".

PCP Jerónimo de Sousa José Sócrates Seixal
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)