Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
5

JOÃO SOARES DEIXA ÓRGÃOS DIRECTIVOS DO PS

João Soares, candidato derrotado à liderança do PS, anunciou esta quinta-feira que deixará de pertencer aos órgãos directivos do partido, que integrava desde 1986, regressando à condição de militante de base por "respeito pelos resultados" das eleições. Soares disse ainda que não vai apresentar no XIV Congresso a sua moção de orientação política.
30 de Setembro de 2004 às 18:23
Em conferência de imprensa, o ex-presidente da Câmara Municipal de Lisboa acrescentou que não aceitará também fazer parte de nenhuma outra lista para a Comissão Nacional do PS, se for convidado. "Nenhum de nós tenciona fazer parte nem da Comissão Nacional nem da Comissão Política", declarou João Soares. "Houve aqui uma batalha política interna, que evidentemente está ultrapassada, mas que tem de ter consequências", sublinhou.
O deputado socialista adiantou, no entanto, que pretende discursar no congresso do PS, que decorrerá entre sexta-feira e domingo em Guimarães, dispondo dos "três minutos habituais" atribuídos a qualquer militante.
O candidato à liderança do PS obteve cerca de 4 por cento dos votos nas eleições directas para a sucessão de Ferro Rodrigues e perto de 40 delegados ao congresso, quando são necessários 50 para apresentar uma moção de orientação política e mais de 75 para propor uma lista para a Comissão Nacional.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)