Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
6

JORGE SAMPAIO ALERTA PARA FUNDAMENTALISMOS

Estamos numa “fase histórica gravemente conturbada”, com “fundamentalismos vários, externos e internos.” Assim iniciou o presidente da República a mensagem enviada ontem ao IX Congresso da UGT, lida pelo secretário-geral da central sindical, João Proença.
23 de Outubro de 2004 às 00:00
Jorge Sampaio chamou também a atenção para a “degeneração do sistema económico e social, agravamento das desigualdades sociais, precarização das condições de existência e desagregação de valores.” O Chefe do Estado terminou a mensagem exortando a UGT para que “continue a alargar o âmbito da sua actividade, disponível não só para as questões laborais mas também para os problemas da pobreza e da exclusão.”
No discurso de abertura do IX Congresso da UGT, que decorre desde ontem até amanhã no Centro de Congressos de Lisboa, João Proença criticou a actuação governamental em todas as áreas e manifestou apoio à greve dos trabalhadores da Caixa Geral de Depósitos.
Em causa, a transferência do Fundo de Pensões da CGD para a Caixa Geral de Aposentações. Trata-se de “total incoerência” do Governo, “com prejuízo dos trabalhadores da Caixa em particular e dos da administração pública em geral.”
Antes da intervenção de João Proença, Manuela Teixeira anunciou o abandono da presidência da UGT e da actividade sindical.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)