Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
2

Lei da Paridade sujeita a nova votação

A Lei da Paridade será novamente discutida e votada na Assembleia da República (AR) no próximo dia 5 de Julho decidiram esta quarta-feira os líderes parlamentares. O PS apresentará alterações que permitam ultrapassar o veto do Presidente da República.
14 de Junho de 2006 às 16:57
Aníbal Cavaco Silva chumbou no passado dia 3 de Junho a Lei da Paridade, aprovada pelo Partido Socialista e Bloco de Esquerda em Abril, que obrigava os partidos a incluir pelo menos um terço de mulheres nas listas candidatas às próximas eleições legislativas, autárquicas e europeias. Na base do veto estão as dúvidas quanto ao "carácter excessivo" das sanções que prevêem a rejeição das listas que não cumpram as quotas.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)