Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
3

LÍDER DO CDS-PP DA MADEIRA CRITICA PSD REGIONAL

José Manuel Rodrigues, líder do CDS-PP Madeira, acusou no domingo à noite o PSD regional de ter um "sistema político caduco, ultrapassado e corrupto", que apenas beneficia "meia dúzia de construtores civis".
20 de Setembro de 2004 às 10:06
"O modelo do PSD na Madeira vive do uso e abuso de poder, da prepotência, da arrogância", afirmou José Manuel Rodrigues, num jantar que reuniu na Ribeira Brava dirigentes regionais e nacionais dos populares e que antecedeu as jornadas parlamentares dos democratas-cristãos que hoje começam no Funchal.
O líder do PP madeirense criticou ainda o sistema de expropriações do Governo regional liderado pelo social-democrata Alberto João Jardim, comparando-o "às ocupações selvagens do PCP e UDP" em 1975.
"O modelo político do PSD está esgotado: a Madeira está entregue a meia dúzia de construtores civis que investem em Cabo Verde e no Brasil em vez de investirem na região", acrescentou.
Nuno Melo fez também questão de sublinhar a importância de trazer novos temas à agenda política nacional, depois de dois anos centrados na economia e finanças. Por essa razão, as jornadas parlamentares do CDS vão focar as novas apostas dos democratas-cristãos: Assuntos do Mar, Turismo e Ambiente, três pastas lideradas pelo CDS no actual executivo de Pedro Santana Lopes e cujos ministros (Paulo Portas, Telmo Correia e Luís Nobre Guedes) vão estar presentes na Madeira.
Ver comentários