Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
7

Linha de 578 milhões liga Portugal à Europa

Costa, Sánchez e Macron assinaram acordo para nova ligação elétrica ao centro europeu.
Salomé Pinto 28 de Julho de 2018 às 01:30
Macron passeou pelas ruas de Lisboa com António Costa
Macron passeou pelas ruas de Lisboa com António Costa
Macron passeou pelas ruas de Lisboa com António Costa
Macron passeou pelas ruas de Lisboa com António Costa
Macron passeou pelas ruas de Lisboa com António Costa
Macron passeou pelas ruas de Lisboa com António Costa
Macron passeou pelas ruas de Lisboa com António Costa
Macron passeou pelas ruas de Lisboa com António Costa
Macron passeou pelas ruas de Lisboa com António Costa
Macron passeou pelas ruas de Lisboa com António Costa
Macron passeou pelas ruas de Lisboa com António Costa
Macron passeou pelas ruas de Lisboa com António Costa
Macron passeou pelas ruas de Lisboa com António Costa
Macron passeou pelas ruas de Lisboa com António Costa
Macron passeou pelas ruas de Lisboa com António Costa
Macron passeou pelas ruas de Lisboa com António Costa
Macron passeou pelas ruas de Lisboa com António Costa
Macron passeou pelas ruas de Lisboa com António Costa
Macron passeou pelas ruas de Lisboa com António Costa
Macron passeou pelas ruas de Lisboa com António Costa
Macron passeou pelas ruas de Lisboa com António Costa
Macron passeou pelas ruas de Lisboa com António Costa
Macron passeou pelas ruas de Lisboa com António Costa
Macron passeou pelas ruas de Lisboa com António Costa
Portugal, Espanha e França vão estar mais ligados do que nunca. O primeiro-ministro, António Costa, o seu homólogo espanhol, Pedro Sánchez, e o presidente francês, Emmanuel Macron, assinaram esta sexta-feira um acordo para a construção de uma superligação energética no Golfo da Biscaia (entre o País Basco e a França) que vai duplicar as trocas energéticas entre os três países e reduzir os custos com o gás e a luz.

"A meta é conseguir aumentar em 10% as interligações entre a Península Ibérica e o resto da Europa em 2020 e subir para 15% em 2030", afirmou António Costa no final da II Cimeira para as Interligações Energéticas, em Lisboa.

A nova linha com 280 quilómetros de comprimento deverá estar pronta em 2019. Com um investimento de 578 milhões de euros do Banco Europeu de Investimento (BEI), os signatários congratularam-se com o progresso do projeto, ao qual foi atribuído "o maior apoio financeiro europeu de sempre a uma infraestrutura energética", declaram os três governantes.

Quanto à fatura que irá calhar a cada um, ninguém quis responder.

Mas esta nova ligação por mar só irá fazer sentido para Portugal, quando ficar concluído o projeto que une o nosso país a Espanha pela região do Minho. Esta obra, que tem sido continuamente adiada, só deverá estar operacional em 2021.

Costa quer País no "núcleo duro europeu"
O primeiro-ministro, António Costa, defendeu ontem na conferência ‘Encontro com cidadãos’ que Portugal tem vantagens em estar "no núcleo duro europeu" e França e Alemanha "são dois excelentes parceiros". "Se queremos paz e prosperidade na Europa precisamos de uma boa relação com França e Alemanha" .

O presidente francês, Emmanuel Macron, defendeu que é preciso "reinventar a Europa", que passa por um momento inédito".

Cimeira "deu um passo significativo"
António Costa disse ontem que foi "dado um passo significativo em relação à anterior cimeira de Madrid, porque foi assinado um contrato, fixadas novas metas e estabeleceu-se um roteiro para uma política que visa a segurança, a competitividade e a descarbonização da economia".

SAIBA MAIS 
2015
A primeira cimeira sobre interligações energéticas aconteceu em 2015, em Madrid, com a presença de Pedro Passos Coelho, Mariano Rajoy e François Hollande.

Segurança
À volta do edifício da Agência Europeia da Segurança Marítima, no Cais do Sodré, em Lisboa, foi colocado um perímetro de segurança. A circulação rodoviária foi interrompida no sentido Cais do Sodré - Praça do Comércio e o rio Tejo patrulhado pela Polícia Marítima.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)