Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
6

Lisboa: Processos desaparecidos em causa

A Assembleia-Municipal de Lisboa aprovou terça-feira uma moção exigindo da Câmara esclarecimentos sobre os processos urbanísticos desaparecidos, apesar de o vereador responsável pelo pelouro garantir que os projectos em causa não precisavam de licenciamento ao referirem-se a obras municipais.
18 de Fevereiro de 2009 às 11:49
Lisboa: Processos desaparecidos em causa
Lisboa: Processos desaparecidos em causa FOTO: d.r.

Em causa estão os processos do edifício camarário do Campo Grande e do parque de estacionamento da Praça do Município, ambos relativos ao mandato de João Soares.

A moção, aprovada com os votos favoráveis do PSD, CDS-PP, PCP e PEV, os votos contra do PS e a abstenção do BE, exige a listagem completa dos 'processos desaparecidos' e esclarecimentos sobre diligências tomadas para investigar os desaparecimentos e o cumprimento dos prazos de reapreciação dos processos.

Perante os deputados municipais, Manuel Salgado, vereador do Urbanismo, reiterou que este é um 'falso problema', já que os projectos em causa foram da iniciativa municipal, o que até há dois anos dispensava processo de licenciamento. 'Esta informação já foi prestada em Câmara, não se trata de um desaparecimento misterioso', sublinhou.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)