Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
5

Louçã quer fim de “economia parva, onde para ser escravo é preciso estudar”

Francisco Louçã, líder do Bloco de Esquerda citou a música dos Deolinda ‘Parva que Sou’ para apelar à mudança e ao fim de uma “economia parva, onde para ser escravo é preciso estudar”, depois de uma sessão sobre "jovens e política" numa escola secundária em Almada.
8 de Fevereiro de 2011 às 14:51
Louçã cita música dos Deolinda para apelar à mudança na economia e ao fim dos recibos verdes
Louçã cita música dos Deolinda para apelar à mudança na economia e ao fim dos recibos verdes FOTO: Lusa/Mário Cruz

O dirigente do Bloco de Esquerda usou a música dos Deolinda, que considera ser um “hino do precariado” e disse “talvez a maior urgência seja a de acabarmos com uma economia parva que faz com que para ser escravo seja preciso estudar. E se a canção o diz, a realidade sublinha-o”.

Francisco Louçã apelou para o início da mudança, ao fim dos “falsos recibos verdes, uma medida concreta em que era possível começar a mudar a economia do país.

O líder bloquista foi convidado pelos alunos do 12.º ano da escola Fernão Mendes Pinto, no Pragal, Almada, que, no âmbito da disciplina de Área de Projecto, decidiram tentar aproximar os jovens da política para que “tenham melhor conhecimento da actualidade  do país e do que é que podem fazer para melhorarem as coisas e [para] lutarem  pelos seus ideais", explica Diogo Coelho, aluno de Humanidades.

Foi debatida a "actualidade política, os problemas que têm ocorrido no País, a situação financeira, do que podem ou não os jovens fazer, e também da discriminação das drogas leves".  

Louçã encontrou jovens "motivadíssimos, preparadíssimos e informadíssimos sobre os problemas da precariedade, do emprego, da qualificação, do serviço  nacional de saúde, [e] sobre a política em relação à toxicodependência", revela o jovem.

Para o líder do Bloco, este tipo de iniciativas "permite aos estudantes  decidirem por si, trazerem mais responsabilidade, mais democracia e a sua  experiência" à discussão, ao debate, e à escola, "e é isso faz falta no  ensino público em Portugal".

louça recibos verdes bloco esquerda deolinda que parva que sou
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)