Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
9

Manuel Alegre trava debates

O calendário dos debates dos candidatos às presidenciais ficou adiado. Manuel Alegre não aceita ter o primeiro frente-a-frente com Cavaco Silva, propondo, agora, como última alternativa para superar o impasse, um sorteio, à semelhança do que tiveram de fazer RTP, SIC e TVI.
19 de Novembro de 2005 às 00:35
Manuel Alegre
Manuel Alegre FOTO: d.r.
Na melhor das hipóteses, só segunda-feira é que a ordem dos debates poderá ficar estabelecida, pois até lá Alegre estará em périplo pelo País – hoje inaugura a sede de candidatura no Algarve e amanhã desloca-se a Constância e ao Entroncamento. O candidato já aceitou que o ciclo de debates encerre dia 20 com um frente-a-frente Mário Soares-Cavaco Silva, na RTP, mas não quer que o seu primeiro confronto, agendado para a TVI, seja com o antigo líder ‘laranja’.
Depois de muito tempo de debate e de várias propostas, a candidatura de Manuel Alegre, que voltou a reunir após o encontro com os representantes dos outros concorrentes e das TV, contactou as estações. Deu-lhes conta da última proposta e pediu que o comunicassem às outras quatro candidaturas. “Se a nossa proposta for aceite, o assunto está encerrado. Se não for, segunda-feira poderemos, de novo, sentar-nos à mesa”, admitiu António Florêncio, o representante de Manuel Alegre nas negociações.
O último passo será um sorteio para a sequência dos debates, como as TV fizeram. E, aí, o que o sorteio decidir... decide. É, se calhar, um “processo mais democrático”, diz Florêncio, chamando à atenção para “a tentativa de bipolarização” a que se tem vindo a assistir.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)