Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
8

MANUEL MONTEIRO QUESTIONA GOVERNO SOBRE TRATADO DA UE

O Governo português não tem mandato para negociar a revisão do tratado da União Europeia que tem características de tratado constitucional, afirmou no sábado à noite o ex-líder do CDS/PP Manuel Monteiro.
30 de Junho de 2002 às 21:25
"Com que mandato estão os representantes do Governo português a negociar o tratado constitucional da União Europeia", perguntou Manuel Monteiro, ao efectuar uma declaração durante a primeira assembleia geral do movimento cívico "Por uma Europa Nova", efectuada num hotel do Porto.

Este movimento, que pretende combater a formação de uma União Europeia federal, foi constituído na sexta--feira em Matosinhos.

Para Manuel Monteiro, a negociação de um tratado com características constitucionais para a UE só deverá ser feita com um mandato específico, requerendo um referendo, porque nenhum partido tinha isso no seu programa.

O antigo presidente do CDS-PP voltou a acusar o Governo de Durão Barroso de ser federalista não assumido, afirmando-se em Portugal não federalista, enquanto defende em Bruxelas um tratado constitucional para a União Europeia e o reforço dos poderes comunitários em detrimento dos nacionais.

"Este movimento não se forma contra ninguém, é um movimento por Portugal e a favor de uma outra perspectiva do que deve ser a Europa", disse Manuel Monteiro, que negou que a formação deste movimento seja um passo preliminar para a formação de um novo partido político.

"A participação cívica não se esgota só nos partidos e nós queremos estar na primeira linha do debate europeu, para fazer ver a todos que há um conjunto de portugueses que quer estar na Europa, mas não quer menos Portugal na Europa, quer uma Europa forte, mas com um Portugal forte no seu seio", defendeu.
Ver comentários