Barra Cofina

Correio da Manhã

Política

Manuel João Vieira candidato a Presidente da República

Músico diz que política e arte deviam de estar mais unidas.
7 de Novembro de 2015 às 20:07
O candidato presidencial, Manuel João Vieira
O candidato presidencial, Manuel João Vieira FOTO: Pedro Nunes/ Lusa
O músico e artista plástico Manuel João Vieira apresentou este sábado a candidatura à Presidência da República, afirmando que a política e a arte deviam de estar mais unidas e que é preciso desconstruir "as frases absurdas da política".

Em Lisboa, num barco no rio Tejo ao fim do dia, o músico apresentou pela quarta vez uma candidatura a Presidente, não tendo concretizado nenhuma das três anteriores. Este sábado, aos jornalistas disse que avançará se conseguir as 7.500 assinaturas.

Se não conseguir irá formar o partido da abstenção, aquele que tem mais adesões e porque é preciso "trazer de novo essas pessoas para a democracia", acrescentou, em tom sério mas carregado de ironia, com aliás todo o discurso de candidatura.

Numa caravela que navegou de Alcântara ao Padrão dos Descobrimentos, céu limpo e temperatura amena ao pôr-do-sol, a apresentação da candidatura contou ainda com duas músicas cantadas pelo candidato, além do discurso, entre o sério e o absurdo, o irónico e o cómico.
Manuel João Vieira Presidência da República Lisboa Tejo partidos e movimentos
Ver comentários