Barra Cofina

Correio da Manhã

Política

Marcelo afasta consultora que acumulava salário com bolsa de estudo na China

A decisão do Presidente da República, com efeitos a 18 de março, é justificada com "a conclusão das tarefas" da jovem portuense no Palácio de Belém.
15 de Abril de 2019 às 18:07
Mariana Mira Corrêa
Marcelo Rebelo de Sousa
Marcelo Rebelo de Sousa
Mariana Mira Corrêa
Marcelo Rebelo de Sousa
Marcelo Rebelo de Sousa
Mariana Mira Corrêa
Marcelo Rebelo de Sousa
Marcelo Rebelo de Sousa

O Presidente da República "deu por terminadas as funções" de Mariana Mira Corrêa como consultora da Casa Civil para a área das Relações Internacionais, de acordo com um despacho publicado em Diário da República esta segunda-feira, 15 de abril.

A decisão de Marcelo Rebelo de Sousa, com efeitos a 18 de março, é justificada com "a conclusão das tarefas" da jovem portuense no Palácio de Belém, "em particular as relacionadas com a preparação das visitas de Estado do Presidente da República Popular da China a Portugal e do Presidente da República Portuguesa à China". 

O chefe de Estado ruma ao gigante asiático no dia 25 de abril e regressa a 2 de maio. Respondendo a um convite do homólogo Xi Jinping, quando esteve em Lisboa em dezembro de 2018, Marcelo considerou que esta deslocação à China e a assinatura de um acordo sobre a iniciativa "Uma Faixa, Uma Rota" simbolizavam a "parceria que [desejavam] continuar a construir, com diálogo político regular e contínuo, a pensar no muito que une" os dois países. 

Em fevereiro, o CM noticiou que a consultora do Presidente da República, que estava em Pequim a frequentar um curso de um semestre em Língua e Cultura Chinesa, recebia uma bolsa de estudo do Instituto Confúcio e, em simultâneo, o salário da Presidência de cerca de quatro mil euros mensais. Mesmo ausente, Belém justificou na altura a acumulação de rendimentos pelo apoio que estava a dar na preparação da visita oficial.
 

Licenciada em Comunicação Social pela Universidade do Minho, Mariana Mira Corrêa foi jornalista da SIC, assessora do eurodeputado Nuno Melo em Bruxelas e trabalhou no serviço de porta-vozes da Comissão Europeia no Executivo de Durão Barroso. Aproximou-se de Marcelo ao propor-se como voluntária na campanha e acabou por ir para Belém depois da eleição, transitando em outubro de 2017 da equipa de Comunicação, chefiada por Paulo Magalhães (ex-jornalista da TVI) para a consultoria em Relações Internacionais.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)