Barra Cofina

Correio da Manhã

Política

Marcelo diz que "rearranques económicos" não se compadecem com avanços e recuos e afasta confinamento

Presidente reitera que novas medidas têm de conciliar preocupação sanitária com continuação da "caminhada económica e social".
Lusa 25 de Novembro de 2021 às 18:53
Marcelo Rebelo de Sousa
Marcelo Rebelo de Sousa FOTO: Lusa
O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, afirmou esta quinta-feira que Portugal não vai fechar nem confinar, sublinhando que os "rearranques económicos" não se compadecem com avanços e recuos.

Em Braga, na entrega do Prémio Inovação COTEC/BPI, Marcelo Rebelo de Sousa reiterou que as novas medidas a implementar para travar a covid-19 têm de conciliar a preocupação sanitária com a continuação da "caminhada económica e social" já encetada.

"Qualquer bom senso demonstra que têm de ser medidas em que se conjuga a preocupação sanitária com a vida continuar, com a abertura económica e social não recuar, com aquilo que foi feito e lançado em 2020 e 2021 prosseguir o seu rumo", referiu.

Mais informação sobre a pandemia no site dedicado ao coronavírus - Mapa da situação em Portugal e no Mundo. - Saiba como colocar e retirar máscara e luvas - Aprenda a fazer a sua máscara em casa - Cuidados a ter quando recebe uma encomenda em casa. - Dúvidas sobre coronavírus respondidas por um médico Em caso de ter sintomas, ligue 808 24 24 24
Ver comentários