Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
2

Marcelo Rebelo de Sousa não tem coronavírus. Teste deu negativo

Apesar de não ter sintomas, Presidente da República continuará a trabalhar em casa.
Correio da Manhã e Lusa 9 de Março de 2020 às 17:37
A carregar o vídeo ...
Marcelo anuncia que teste ao coronavirus deu negativo
O teste realizado esta segunda-feira ao Presidente da República ao novo coronavírus deu negativo, refere uma nota publicada na página oficial da Presidência.

"Foi negativo o resultado do teste efetuado, ao começo da tarde, ao Presidente da República. Apesar de continuar sem sintomas viróticos, o Presidente da República continuará a trabalhar em casa até perfazer as duas semanas referidas na nota ontem divulgada", lê-se na nota.

De acordo com imagens recolhidas pela SIC, pouco antes de o resultado do teste ser colocado na página da Presidência, foi o próprio chefe de Estado, sorridente, que transmitiu a notícia, a partir do terraço da sua residência em Cascais e com alguma distância, a alguns jornalistas que se encontram no local.

"Está a ser posta agora a nota, o resultado deu negativo, eu vou continuar a trabalhar aqui em todo o caso até à semana que vem, até se preencherem os 15 dias sobre o encontro", precisou.

Questionado sobre como tem ocupado o tempo, Marcelo Rebelo de Sousa referiu que esteve "a trabalhar no Orçamento do Estado, entre outras coisas".

No domingo, fonte oficial da Presidência da República explicava que, apesar de Marcelo Rebelo de Sousa, de 71 anos, não apresentar sintomas da doença Covid-19 iria realizar o teste como medida de prevenção.

Horas antes da informação sobre a realização do teste, a Presidência da República havia anunciado que Marcelo Rebelo de Sousa suspendeu a agenda por duas semanas e irá permanecer em casa sob monitorização, "apesar de não apresentar nenhum sintoma" de infeção pelo novo coronavírus.

A decisão foi tomada depois de Marcelo Rebelo de Sousa ter estado na terça-feira, no Palácio de Belém, em Lisboa, com uma turma de uma escola de Felgueiras (Porto), que foi encerrada devido ao internamento de um aluno.

"Atendendo ao que se sabe hoje e não se sabia na terça-feira passada, tendo ouvido as autoridades de saúde, o Presidente da República, apesar de não apresentar qualquer sintoma virótico, decidiu cancelar toda a sua atividade pública, que compreendia várias presenças com número elevado de portugueses, assim como a própria ida a Belém, durante as próximas duas semanas. O mesmo fará com deslocações previstas ao estrangeiro", lê-se na nota emitida por Belém no domingo.

Segundo a nota, "nem o aluno ora internado, nem a sua turma estiveram em Belém".

Durante esse período, Marcelo Rebelo de Sousa "será monitorizado em casa".

Portugal regista 30 casos confirmados de infeção, segundo o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde (DGS), divulgado no domingo.

Todos os infetados, 18 homens e 12 mulheres, estão hospitalizados.

A DGS comunicou também que 447 pessoas estão sob vigilância por contactos com infetados.

A epidemia de Covid-19 foi detetada em dezembro, na China, e já provocou mais de 3.800 mortos.

Cerca de 110 mil pessoas foram infetadas em mais de uma centena de países, e mais de 62 mil recuperaram.

Nos últimos dias, a Itália tornou-se o caso mais grave de epidemia fora da China, com 366 mortos e mais de 7.300 contaminados pelo novo coronavírus, que pode causar infeções respiratórias como pneumonia.

Marcelo Rebelo de Sousa coronavírus teste teste negativo coronavírus
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)