Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
5

MARIA BARROSO MAGOADA COM PORTAS

A presidente demissionária da Cruz Vermelha, Maria Barroso, não consegue disfarçar alguma mágoa pelo processo que ditou a sua saída daquela instituição, agora entregue a Nogueira de Brito. Maria Barroso explicou ontem que Paulo Portas não correspondeu à forma aberta e cordial como sempre o tratou.
25 de Junho de 2003 às 00:00
"Tenho a consciência tranquila que procedi sempre com o senhor ministro com a maior lealdade, lisura, abertura e limpidez e penso que o processo não correspondeu a essa minha maneira de proceder", declarou.
Ontem, Nogueira de Brito afirmou que "colocou condições" para aceitar entrar no processo que o conduzirá à presidência da Cruz Vermelha. Em declarações à Rádio Renascença, Nogueira de Brito disse que essas condições visavam manter intactas as relações pessoais que tem com Maria Barroso.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)