Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
9

Marinho e Pinto pode ser eleito eurodeputado

Ex-bastonário da Ordem dos Advogados consegue 4,3% das intenções de voto no início da campanha, com o PS e a coligação PSD/CDS a perderem três pontos percentuais.
16 de Maio de 2014 às 16:56
Marinho Pinto candidatou-se pelo Partido da Terra e pode ser eleito eurodeputado
Marinho Pinto candidatou-se pelo Partido da Terra e pode ser eleito eurodeputado

Marinho Pinto, ex-bastonário da Ordem dos Advogados, pode ser eleito eurodeputado nas eleições para o Parlamento Europeu do próximo dia 25 pelo Partido da Terra (MPT).Segundo uma sondagem CM/Aximage, realizada entre os dias 7 e 14 de maio, o cabeça de lista do MPT obtém 4,3% das intenções de voto, o suficiente para obter o passaporte para a Europa.

O MPT, liderado por João Isidro, obteve nas europeias de 2009 apenas 0,66% (23 415 votos). Agora, precisará de cerca de 150 mil votos para eleger Marinho Pinto.

Ao contrário do MPT, os grandes partidos estão a perder gás. O PS perde 3,1 pontos percentuais (de 40,9% em abril, para 37,8% em maio) e a coligação PSD/CDS-PP desceu 3 pontos (de 33,2% em abril para 30,2% em maio). A diferença entre os socialistas e a Aliança Portugal mantém-se na casa dos 7,6 pontos.

Segundo a sondagem, a CDU também está em queda, pois passou de 10,8% das intenções de voto em abril para 8,8% em maio (menos 2 pontos). Já o BE está a inverter a queda, ao crescer de 4,9% em abril para 6,3% este mês.

As intenções de voto no novo partido Livre (pela primeira vez considerado na sondagem), que tem como cabeça de lista Rui Tavares, fica-se pelos 0,8%. Procedendo à distribuição destes resultados em mandatos, o PS po-
de eleger entre 9 e 11 eurodeputados; a coligação entre 7 e 8; a CDU de 1 a 3; o BE 1 ou 2; o MPT pode eleger 0 ou 1.

Note-se, no entanto, que na distribuição da previsão da distribuição dos eurodeputados pelas várias forças políticas se deve ter em conta os indecisos (2,8%), pois, segundo a direção técnica da sondagem, representa "mais de meio deputado".

FICHA TÉCNICA

Universo: indivíduos inscritos nos cadernos eleitorais em Portugal com telefone fixo no lar ou possuidor de telemóvel.

Amostra: aleatória e estratificada (região, habitat, sexo, idade, escolaridade, actividade e voto legislativo) e representativa do universo e foi extraída de um sub-universo obtido de forma idêntica. A amostra teve 1027 entrevistas efectivas: 449 a homens e 578 a mulheres; 212 no interior, 470 no litoral norte e 345 no litoral centro sul; 253 em aldeias, 349 em vilas e 425 em cidades. A proporcionalidade pelas variáveis de estratificação é obtida após reequilibragem amostral.

Técnica: Entrevista telefónica por C.A.T.I., tendo o trabalho de campo decorrido nos dias 7 a 14 de Maio de 2014, com uma taxa de resposta de 79,6%.

Erro probabilístico: Para o total de uma amostra aleatória simples com 1027 entrevistas, o desvio padrão máximo de uma proporção é 0,015 (ou seja, uma “margem de erro” - a 95% - de 3,10%).

Responsabilidade do estudo: Aximage Comunicação e Imagem Lda., sob a direcção técnica de Jorge de Sá e de João Queiroz.

marinho pinto pode ser eleito eurodeputado
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)