Barra Cofina

Correio da Manhã

Política

Mário Soares: "Este Governo não presta"

Antigo Chefe de Estado afirma que vários membros do Executivo são "deliquentes".
13 de Outubro de 2013 às 10:27
Mário Soares diz que este Governo "está doentíssimo"
Mário Soares diz que este Governo 'está doentíssimo' FOTO: EPA

O antigo Presidente da República Mário Soares teceu duras críticas ao atual Governo, dizendo que o regime “está doentíssimo”. Também Cavaco Silva não escapou aos reparos do antigo Chefe de Estado, porque “não diz uma palavra”.

Numa entrevista à rádio TSF e ao jornal ‘Diário de Notícias’, Mário Soares afirmou que “uma parte do Governo, não são todos, é um Governo de delinquentes” e acrescentou que “estes senhores têm que ser julgados” assim que saírem do poder.

“Eles [Governo] estão a pôr em dúvida o Estado Social, querem acabar com o Estado Social, eles não acreditam na Constituição quer juraram”, acusa Mário Soares.

“Como é que é possível que um político como o ministro dos Negócios Estrangeiros, não se demita ele próprio? Não ter sensibilidade e inteligência para o fazer?”, referiu o ex-Presidente, fazendo referência ao caso de Rui Machete.

Mário Soares defende ainda que Passos Coelho deveria tomar a mesma atitude: “Como é que é possível que o primeiro-ministro não se demita a ele próprio, depois de saber que é vaiado em toda a parte, que ninguém o toma a sério (...) e continue agarrado ao poder, como uma lapa?”.

O ex-Presidente da República acredita na urgência da criação de um novo Executivo e da “destruição” do atual. “Este Governo não presta”, afirmou.

Mário Soares também criticou a postura do atual Presidente da República e afirma que Cavaco Silva “anda pelo estrangeiro e não diz uma palavra”. Na opinião do antigo Chefe de Estado, esta atitude reflete “o medo com que [Cavaco Silva] está como protetor de um Governo que todo o povo odeia”.

"O QUE A TROIKA NOS FAZ É UM ROUBO"

O antigo Presidente da República defende ainda que Portugal deve seguir uma política semelhante à da Argentina e não pagar a dívida. “O que a troika nos faz é um roubo. Um país que fez o que nós fizemos, agora está sujeito a uns usurários que (...), com os juros imensos, roubam o dinheiro todo de Portugal”, comentou.

mários soares presidente da república governo cavaco troika deliquentes estado social
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)