Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
2

Marisa Matias vai visitar campo de refugiados de Moria para exigir solidariedade da UE

Campo em Lesbos, na Grécia, foi totalmente destruído por incêndios.
Lusa 15 de Setembro de 2020 às 14:49
A eurodeputada do Bloco de Esquerda, Marisa Matias
Novo incêndio deflagra no campo de refugiados de Moria, na Grécia
Campo de refugiados de Moria, na Grécia
A eurodeputada do Bloco de Esquerda, Marisa Matias
Novo incêndio deflagra no campo de refugiados de Moria, na Grécia
Campo de refugiados de Moria, na Grécia
A eurodeputada do Bloco de Esquerda, Marisa Matias
Novo incêndio deflagra no campo de refugiados de Moria, na Grécia
Campo de refugiados de Moria, na Grécia
A eurodeputada bloquista Marisa Matias vai visitar o campo de refugiados de Moria, na ilha grega de Lesbos, para exigir que as "pessoas não sejam abandonadas à morte" e que "a União Europeia seja solidária com quem nada tem".

Na semana passada, o campo de migrantes de Moria, em Lesbos, o maior da Europa, inaugurado há cinco anos no auge da crise migratória, foi totalmente destruído por incêndios, deixando os seus 12.000 ocupantes desabrigados.

"Em Lesbos mais de dez mil pessoas dormem ao relento, tantas como a população da ilha. Quase mil são crianças. Estão a passar fome e o mundo fecha os olhos. Vamos a Moria para furar a barreira física que a violência da extrema-direita está a fazer aos refugiados e a barreira mediática criada pelo governo grego", sublinhou Marisa Matias numa declaração à agência Lusa.

União Europeia Marisa Matias UE Moria Lesbos questões sociais demografia imigração
Ver comentários