Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
7

Marques Mendes critica Governo

Marques Mendes considerou esta quinta-feira “um erro de palmatória” o facto de o Governo ainda não ter vindo a público explicar que alterações pretende introduzir nas leis laborais, “numa altura em que todos falam do assunto”. “São medidas que estão previstas no acordo com a troika, mas é preciso ter consciência que as pessoas não andam com o memorando debaixo do braço”.
22 de Setembro de 2011 às 23:11
MARQUES MENDES, GOVERNO, PSD, MADEIRA, LEI LABORAL, CRISE
MARQUES MENDES, GOVERNO, PSD, MADEIRA, LEI LABORAL, CRISE FOTO: Pedro Catarino

No habitual comentário das quintas-feiras na TVI 24, o antigo líder do PSD classificou ainda de “muito séria, muito grave” e sem “qualquer tipo de justificação” a ocultação do buraco nas contas da Madeira. “É mau no plano interno e externo”, disse Marques Mendes, acrescentando, contudo, que a situação não trará grandes problemas a Alberto João Jardim “no imediato”. “A seguir é que vai ser um problema, já que a sua capacidade negocial vai ficar muito limitada”, sublinhou.

O ex-líder social-democrata estranha, ainda assim, o inquérito crime  aberto pela Procuradoria-Geral da República ao caso. “Quando se detectou o desvio no BPN não instaurou nenhum inquérito crime, nem quando o actual Governo detectou um desvio de dois mil milhões nas contas do Estado. Há aqui dois pesos e duas medidas”, disse. “Parece que o procurador, em fim de mandato, procurou dar uma prova de vida, procurou ganhar alguma popularidade”.

Mas, reforçou, que nada disto “atenua a falha não desculpável” da ocultação das contas da Madeira.

MARQUES MENDES GOVERNO PSD MADEIRA LEI LABORAL CRISE
Ver comentários