Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
3

Medina diz que dados de ativistas "foram enviados à embaixada, não a Moscovo" e justifica-se com "lei desatualizada"

Presidente da Câmara de Lisboa lamentou "erro".
Correio da Manhã 10 de Junho de 2021 às 20:25
Fernando Medina
Fernando Medina FOTO: CMTV
O presidente da autarquia de Lisboa, Fernando Medina, revelou que os dados dos ativistas "foram enviados à embaixada, não a Moscovo" e justifica-se com "lei desatualizada".

Fernando Medina lamentou, esta quinta-feira, a divulgação de dados pessoais pela Câmara de Lisboa à embaixada russa em Portugal. "A informação foi dada à Embaixada da Rússia em Lisboa, não ao governo de Moscovo", admitiu que protocolos habitualmente usados em contexto de manifestação, e usados neste caso foram "desadequados".

Revela o autarca que pediu um auditoria "para trás" para averiguar se, noutros casos de manifestações junto de embaixadas, os dados dos manifestantes também foram partilhados com as mesmas.
Lisboa Medina Moscovo Fernando Medina política partidos e movimentos
Ver comentários