Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
4

Meia hora extra de trabalho "é medida fulcral"

O ministro da Economia e Emprego, Álvaro Santos Pereira, considerou esta terça-feira "absolutamente fulcral" o alargamento do horário de trabalho do sector privado em meia hora por dia, considerando que este é um esforço necessário "em prol do interesse global".

25 de Outubro de 2011 às 11:20
O ministro disse também que a alteração dos feriados será levada à concertação social
O ministro disse também que a alteração dos feriados será levada à concertação social FOTO: Mário Cruz/Lusa

Álvaro Santos Pereira, que está na comissão parlamentar da Segurança Social e Trabalho, apresentou aos deputados a estratégia do Governo para o emprego, com a reestruturação nos centros de emprego, apoios financeiros a empresas que contratem desempregados de longa duração, reforma da legislação laboral e políticas de promoção da produtividade e competitividade.

Neste último vector do plano de emprego do Governo, o ministro incluiu o acréscimo de meia hora de horário de trabalho por dia no sector privado.

"Esta é uma medida absolutamente fulcral no grave momento de crise do país, este é um esforço acrescido que o Governo pede aos trabalhadores em prol do interesse global", sublinhou.

Ainda com vista ao aumento da competitividade, o ministro referiu a alteração do regime de feriados - que será levada à discussão em concertação social - , as reformas da lei concorrência e do fundo de capital de risco público, o prolongamento das linhas PME Investe, a reprogramação do QREN (com aumento da comparticipação europeia), o programa Jessica com vista à revitalização urbana (já lançado) e a reestruturação do sector dos transportes.

Emprego Horas Extra TRabalho Álvaro Santos Pereira
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)