Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
3

Mendes segura equipa na Comissão Política

A lista para o Conselho Nacional do PSD a apresentar no congresso por Marques Mendes, líder do partido, não deverá sofrer grandes alterações. Esta é a convicção de Azevedo Soares, vice-presidente do partido.
16 de Maio de 2006 às 00:00
A lista para o Conselho Nacional do presidente do partido só será fechada no congresso
A lista para o Conselho Nacional do presidente do partido só será fechada no congresso FOTO: Marta Vitorino
“Seria estranho que uma equipa que tem ganho, que ajudou Marques Mendes a ganhar nas eleições para as autárquicas e para as presidenciais sofresse alterações substanciais”, considerou ao CM.
“Não me parece que haja alterações substanciais na comissão política”, especificou, acrescentando que as listas para o Conselho de Jurisdição e para a Comissão Política ainda não estão definidas.
É que segundo Azevedo Soares “há muitos lugares que serão aprovados ainda durante o congresso” agendado para a próxima sexta, sábado e domingo na Póvoa de Varzim. “Marques Mendes tem uma preocupação de compor os órgãos do partido de forma as representar todo o País”, sublinhou.
Aliás, segundo o secretário-geral do PSD, Miguel Macedo, o partido já iniciou “a tradicional consulta às distritais” para que estas estruturas dêem “indicações” sobre os nomes que gostariam de ver incluídos na lista para o Conselho Nacional do presidente, Luís Marques Mendes.
Miguel Macedo adiantou que “até meio da semana, as distritais deverão dar essas indicações”.
Apesar de não ser a única a votos, a lista de Marques Mendes tem vindo a recolher apoios, nomeadamente do líder do PSD-Setúbal, Luís Rodrigues, que no congresso de Pombal encabeçava uma das 16 listas ao conselho nacional que foram a votos. Também o presidente da distrital do Porto, Agostinho Branquinho, irá apoiar a lista de Mendes, por considerar que “o que faz sentido é congregar esforços em torno do líder que foi eleito pelas bases do partido”. Branquinho não esconde, contudo, que pretende que a lista de Mendes reflicta a representatividade da distrital do Porto, “que é a maior do País, representando mais de 20 por cento do PSD”.
MOÇÕES
JUVENTUDE
A Juventude Social Democrata (JSD) irá levar ao congresso a moção temática “Regenerar Portugal” mas não deverá apresentar qualquer lista aos órgãos nacionais do partido.
MENEZES
O adversário derrotado por Marques Mendes no congresso de Pombal, Luís Filipe Menezes, já anunciou que irá apresentar listas para o conselho nacional e conselho de jurisdição. Por equacionar está a apresentação de uma lista à mesa do congresso.
SETÚBAL
O presidente da distrital da JSD de Setúbal, Nuno Matias, é o primeiro subscritor de uma moção, ‘Juventude Portugal’ a ser apresentada no congresso do partido.
Ver comentários