Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
3

MILHARES SAIRAM À RUA APESAR DA CHUVA E DO FRIO

Milhares de pessoas participaram ontem no desfile popular entre o Marquês de Pombal e o Rossio, inserida nas comemorações do 29.º aniversário do 25 de Abril. Apesar do frio e da chuva, a Avenida da Liberdade foi o palco para todos aqueles que não quiseram perder a oportunidade de comemorar a passagem de mais um ano sobre a data que abriu as portas da liberdade ao povo português.
26 de Abril de 2003 às 00:00
Mas a manifestação deste ano também serviu para que todos aqueles que foram contra a posição do governo português face ao conflito do Iraque, o pudessem demonstrar ao longo do trajecto da manifestação. Este foi, inclusivamente, um ponto por onde a comissão promotora pegou no apelo que fez à participação, sendo esta, segundo Vasco Lourenço, o seu presidente, uma boa oportunidade para reafirmar a “soberania da vontade popular” como contraponto ao “autoritarismo” do Governo .
Como de costume, a esquerda portuguesa não podia faltar, e os principais lideres da oposição, Ferro Rodrigues, do PS, Carlos Carvalhas, do PCP, e Francisco Louçã, do Bloco de Esquerda, caminharam lado a lado, ao longo da Av. da Liberdade. Como seria de esperar muitos capitães de Abril marcaram presença, e Vítor Crespo, aproveitou a ocasião para dizer que o 25 de Abril “foi a vitória dos valores da liberdade e da democracia.”
Cravo na lapela. Depois da sessão solene na Assembleia da República, o líder do PS não podia faltar ao desfile popular na Avenida da Liberdade. Com um cravo discreto na lapela.
cravo na mão.
O líder do PCP, Carlos Carvalhas, percorreu toda a Avenida da Liberdade de cravo na mão, exibindo a flor para nos lembrar que a História não deve ser esquecida.
Cravo ao peito.
Vasco Lourenço, capitão de Abril, equipou-se a rigor de forma a combater o frio e a chuva. O cravo descaiu um pouco, mas, ao que parece, o orgulho não.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)