Barra Cofina

Correio da Manhã

Política

Militantes abandonam Mesa Nacional do BE em protesto contra votação

Programa eleitoral e as listas de deputados do BE às eleições legislativas serão este domingo aprovados pela Mesa Nacional.
Lusa 28 de Novembro de 2021 às 16:57
Catarina Martins
Catarina Martins FOTO: Lusa
Os elementos da moção E anunciaram este domingo ter abandonado "em protesto" a reunião da Mesa Nacional do BE e acusam aquele órgão de estar a realizar uma "votação anti-estatutária" das listas às eleições legislativas.

Segundo informações adiantadas à agência Lusa, também os membros da moção N abandonaram a sala.

O programa eleitoral e as listas de deputados do BE às eleições legislativas de 30 de janeiro serão este domingo aprovados pela Mesa Nacional do partido, órgão máximo entre convenções.

De acordo com o comunicado enviado à agência Lusa pela moção E, que na última convenção elegeu 17 dos 80 lugares da Mesa Nacional, "em causa está a apresentação de uma lista alternativa à sufragada pelas/os militantes do distrito de Santarém, numa tábua rasa à decisão do órgão competente regional".

"As/os membros eleitas/os pela Moção E recusam participar numa proposta viciada de ilegalidade e exigiram a retirada da lista B por Santarém, versada na proposta a sufrágio na Mesa Nacional", refere o mesmo comunicado, segundo o qual "votar numa proposta desta natureza é ser conivente com o incumprimento estatutário e é rasgar a democracia interna".

À agência Lusa, fonte da Mesa Nacional referiu depois que "os membros eleitos pela moção E apresentaram, sob alegações estatutárias, uma proposta para que apenas fossem colocadas à votação da Mesa Nacional as propostas de candidaturas feitas pelas distritais".

"Nos casos de Santarém e de Portalegre surgiram na Mesa Nacional propostas diferentes, vindas da Comissão Política e de um membro da Mesa Nacional, respetivamente", explicou.

Face à rejeição da proposta da moção E, "os representantes das moções E e N abandonaram a reunião antes desta votação", explica a mesma fonte, que adianta ainda que "as propostas de candidatos a estes círculos eleitorais serão votadas na Mesa Nacional em alternativa".

Ver comentários