Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
4

Militares acusam Governo de desrespeito

O "agravamento da degradação da condição militar" e a "desconsideração do Governo pelas Forças Armadas" levou as três associações militares a escrever, pela primeira vez, uma carta aberta aos portugueses num período eleitoral. O apelo é claro: "Impedir que o poder político continue a ser exercido de forma autoritária e sem qualquer respeito pelos cidadãos", afirmou ao CM, Alpedrinha Pires, presidente da Associação de Oficiais das Forças Armadas.
12 de Setembro de 2009 às 00:30
Alpedrinha Pires
Alpedrinha Pires FOTO: Tiago Sousa Dias

Numa carta dirigida aos portugueses, as associações acusam o Governo de "desprezar os legítimos direitos dos militares e dos seus representantes" e apontam as alterações aos regimes de saúde e aposentação, o novo Regulamento de Disciplina Militar e o novo regime retributivo, como alguns dos diplomas que "acentuam o risco de ruptura e quebra de coesão nas Forças Armadas". Mas as críticas atingem também o PSD: "Os diplomas foram aprovados após negociação entre PS e PSD", apontou Alpedrinha Pires.

As associações militares apelam, por isso, à reflexão e à participação activa dos portugueses nas próximas legislativas.

Ver comentários