Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
4

MILITARES BOMBEIROS

O ministro da Defesa, Paulo Portas, anunciou ontem que a partir de 31 de Maio, e durante quatro meses, 26 mil militares vão fazer patrulhamento de matas nacionais, no âmbito da prevenção dos incêndios.
19 de Maio de 2004 às 00:00
“Ninguém pode decretar que os incêndios não venham a existir, mas cada um de nós tem de ter a consciência que fizemos tudo o que estava ao nosso alcance para que o País estivesse mais preparado”, disse Paulo Portas em Vila de Rei, um dos concelhos mais afectados pelos incêndios florestais do Verão de 2003.
Segundo o ministro da Defesa Nacional, “2004 é um ano de viragem na participação das Forças Armadas, nomeadamente do Exército, no apoio ao interesse do País na questão dos fogos”.
“Neste momento, de norte a sul do País, o Exército português está a abrir quilómetros e quilómetros de estradas e caminhos e aceiros, que vão tornar mais fácil a prevenção dos incêndios ou aumentar a acessibilidade aos fogos”, explicou.
Segundo Paulo Portas, o Exército abriu, em cerca de quatro semanas, 180 quilómetros de caminhos e até ao final do programa serão concluídos 300 quilómetros.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)