Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
1

Ministério Público abre inquérito a viagens à China pagas pela Huawei

Caso segue assim o mesmo caminho do processo Galpgate.
Cristina Rita 16 de Agosto de 2017 às 16:07
Viagens pagas por empresa associada da Huawei
Viagens pagas pela Huawei
Viagens pagas por empresa associada da Huawei
Viagens pagas pela Huawei
Viagens pagas por empresa associada da Huawei
Viagens pagas pela Huawei

O Ministério Público está a investigar o caso das viagens de vários políticos à China pagas pela tecnológica Huawei. "Os elementos recolhidos pela Procuradoria-Geral da República foram enviados ao DIAP de Lisboa para inquérito", confirmou ao CM o Ministério Público. "Esse inquérito encontra-se em investigação", acrescenta a Procuradoria-Geral da República.

Em causa está uma viagem de cinco dias à China, feita em 2015, cujos voos e estadia foram pagos pela famosa fabricante de telemóveis Hauwei. Os envolvidos mais mediáticos estão ligados ao PSD: Sérgio Azevedo, deputado e vice-presidente da bancada social-democrata; Luís Newton, presidente da Junta de Freguesia da Estrela, em Lisboa; e Ângelo Pereira, vereador laranja na câmara de Oeiras. O caso foi, na altura, denunciado pelo jornal digital Observador.

O Ministério Público já tinha assumido que estava a recolher elementos para depois decidir as eventuais providências a tomar.

O caso segue assim o mesmo caminho do processo Galpgate: viagens a França e entradas nos jogos do Euro 2016 pagas pela Galp a políticos e assessores.

O caso, recorde-se, já tem três secretários de Estado arguidos (Internacionalização, Assuntos Fiscais e Indústria) que entretanto foram exonerados do cargo.

 

Ver comentários