Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
8

Ministra adverte para vigilância nas florestas

Devido ao aumento da carga combustível nas florestas e matos.
19 de Junho de 2016 às 17:02
A ministra da Administração Interna Constança Urbano de Sousa
A ministra da Administração Interna Constança Urbano de Sousa FOTO: Hugo Delgado/Lusa
A ministra da Administração Interna advertiu este domingo para a necessidade de "alerta" e "vigilância" devido ao aumento da carga combustível nas florestas e matos, por causa da chuva, o que aumenta também o risco de incêndios.

Constança Urbano de Sousa referiu que o número de incêndios registados entre janeiro e junho "é muito inferior à média dos últimos dez anos", uma situação para a qual têm contribuído as condições meteorológicas que se têm sentido.

"Temos que estar em alerta, vigilantes, porque o facto de ter chovido bastante está a aumentar muito o combustível e isso também aumenta o risco de incêndios florestais", afirmou a governante em Alijó, distrito de Vila Real.

Constança Urbano de Sousa assegurou que todo o dispositivo de combate aos incêndios está operacional e preparado.

"Eu tenho a maior confiança no dispositivo que está neste momento no terreno e que está preparado para tudo", sustentou.

A ministra aproveitou para deixar um apelo a todos os cidadãos para que evitem comportamentos de risco, como por exemplo a realização de queimadas, e lembrou que "Portugal sem incêndios também depende de cada um de nós".

A governante falava aos jornalistas à margem das comemorações dos 125 anos dos bombeiros de Sanfins do Douro, concelho de Alijó, distrito de Vila Real, que hoje também inauguraram as obras de ampliação do quartel, para um maior espaço de aparcamento das viaturas e uma melhoria das camaratas para os 40 voluntários ativos.

O comandante dos bombeiros de Sanfins, Malheiro Gomes, aproveitou para lembrar a necessidade de reforçar a corporações com mais um veículo ligeiro de combate a incêndios, uma reivindicação que diz que é antiga.

Durante a cerimónia, o presidente da Liga Portuguesa dos Bombeiros Portugueses, Jaime Marta Soares, elogiou o desempenho de Constança Urbano de Sousa à frente do Ministério da Administração Interna, chegando mesmo a designá-la de "ministra dos bombeiros".

No entanto, o responsável aproveitou para lembrar algumas reivindicações dos bombeiros como um aumento do financiamento no âmbito do próximo Orçamento do Estado, a reposição da bonificação do tempo de serviço dos operacionais, para efeitos de reforma ou um lugar no Conselho Económico e Social.

Após as comemorações, realizou-se em Sanfins do Douro o desfile do Dia do Bombeiro do distrito de Vila Real.
ministra da Administração Interna Constança Urbano de Sousa Alijó acidentes e desastres
Ver comentários