Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
9

Ministro chamado à Assembleia

O ministro das Obras Públicas, Transportes e Comunicações, Mário Lino, foi chamado ao Parlamento, pelo grupo parlamentar do PSD, para esclarecer qual o modelo de gestão “que o Governo pretende seguir para as empresas públicas de transporte de passageiros”.
17 de Dezembro de 2006 às 00:00
O ministro Mário Lino
O ministro Mário Lino FOTO: Jorge Paula
O requerimento do PSD foi apresentado depois da auditoria do Tribunal de Contas à empresa Metro do Porto. Em consequência, o Governo decidiu proceder a uma profunda alteração do modelo de gestão, não só naquela entidade, mas também em outras empresas públicas.
Até à data ainda não esclareceu qual o modelo de gestão.
“Os ziguezagues do Governo quanto ao modelo a adoptar provocam instabilidade e incerteza”, pode ler-se no requerimento assinado pelos deputados sociais-democratas Luís Rodrigues e Jorge Costa. O Governo é acusado de pretender “assegurar o controlo político em detrimento de uma gestão eficaz e competente”.
No âmbito dos transportes, Luís Rodrigues espera igualmente esclarecimentos sobre a situação da empresa Bombardier (Amadora), com a qual o Ministério estabeleceu um contrato de compra de 48 por cento das instalações e que até agora não avançou.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)