Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
1

Ministro pede "racionalização" no ensino superior militar

O ministro da Defesa, José Pedro Aguiar-Branco, desafiou esta quinta-feira os membros do Conselho do Ensino Superior Militar (CESM) a procurarem formas de "racionalização" e possibilidades de "formação comum em áreas curriculares" que possam gerar "poupanças significativas".
28 de Junho de 2012 às 17:21
Ministro da Defesa, José Pedro Aguiar-Branco
Ministro da Defesa, José Pedro Aguiar-Branco FOTO: LUSA / MIGUEL A. LOPES

As palavras de Aguiar-Branco foram proferidas durante a tomada de posse dos membros do CESM, no Salão Nobre do Ministério da Defesa, a quem lançou quatro desafios para o mandato de três anos.

O ministro da Defesa pediu propostas para "racionalizar" o sector do ensino superior militar, "em colaboração com as chefias militares", e "formação comum em áreas curriculares que permitam poupanças significativas".

José Pedro Aguiar-Branco, que não prestou declarações aos jornalistas, considerou ser possível "potenciar ainda com mais sucesso" os projectos em "investigação e desenvolvimento" e a nível internacional e de cooperação técnico-militar.

O governante apelou ainda a uma "cultura de partilha" e ao "reforço" das ligações com o Instituto da Defesa Nacional (IDN) como "ponto de colaboração" com os estabelecimentos de ensino superior militar – Academia Militar, Academia da Força Aérea, Escola Naval e Instituto de Estudos Superiores Militares (IESM).

Defesa ensino superior militar ministro racionalização Aguiar-Branco
Ver comentários