Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
4

Ministro quer combater desemprego com "Estado amigo"

Ministro da Economia responsabiliza 'esquerda' pelo elevado desemprego
5 de Junho de 2013 às 16:36

O ministro da Economia e do Emprego, Álvaro Santos Pereira, defendeu, esta quarta-feira, um "Estado amigo e não um entrave ao desenvolvimento" para fomentar crescimento económico e combater o desemprego, condenando Governos anteriores pela atual situação do país.

"Assim é com o combate à burocracia da economia e com a simplificação de procedimentos por parte de um Estado que se pretende amigo e não um entrave ao desenvolvimento", afirmou na abertura da interpelação do PS, na Assembleia da República, sobre emprego e combate à exclusão social. Através deste discurso o ministro reforçou a confiança na sua Estratégia para o Crescimento, Emprego e Fomento Industrial.

Santos Pereira defendeu tratar-se de um "esforço que os portugueses esperam que seja de todos", sublinhando que "o crescimento económico é a forma mais eficaz de combater desemprego".

O responsável pela pasta da Economia atribuiu as culpas do elevado desemprego, aos ‘partidos da esquerda’ . "O desemprego crescente é devido a políticas erradas, aliás estes problemas não foram resolvidos pelo partido e governos do sr. deputado Miguel Laranjeiro [PS]. Certamente, o culpado não foi este Governo", afirmou, acrescentado que houve "anos e anos de políticas erradas e de um crescente endividamento da economia portuguesa" agravados pela "maior crise financeira internacional desde a Grande Depressão".

Ministro Economia Santos Pereira desemprego Estado Amigo
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)