Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
1

Moita Flores imparável

Com a mais expressiva maioria absoluta alguma vez registada numa capital de distrito, Francisco Moita Flores alcançou ontem um verdadeiro resultado histórico em Santarém, considerada durante muitos anos um bastião do PS. Em nove mandatos na Câmara, o movimento independente encabeçado por Moita Flores, apoiado pelo PSD, conquista sete, deixando apenas dois para o partido socialista.
12 de Outubro de 2009 às 02:00
Moita Flores revelou ontem que este será o seu último mandato
Moita Flores revelou ontem que este será o seu último mandato FOTO: Jorge Nuno Pinto

Depois de há quatro anos ter vencido com quase 14 mil votos (mais 1195 votos do que o PS), o PSD ultrapassou largamente a casa dos 22 mil. Das 28 juntas de freguesia do concelho, o PSD conquistou 20, quando há quatro anos tinha apenas nove. "Nunca uma força política conseguiu um resultado tão expressivo", lembrou o escritor no seu discurso de vitória.

"Esta vitória é de Santarém e de todos os que acreditam no futuro desta cidade", afirmou o autarca durante a festa de arromba que decorria na sua sede da candidatura, edifício que também serviu de quartel-general a Cavaco Silva nas últimas eleições presidenciais. Depois dos recentes desaguisados com as estruturas directivas do PSD, Moita Flores disse ainda que "as relações com a direcção do partido vão ficar na mesma, dentro do espírito de colaboração e tolerância que é preciso ter".

REACÇÕES

"Será o meu último mandato, porque preciso de viver até aos 150 anos para escrever os livros e séries que tenho na cabeça"

"Sabe bem vencer e estar com tanta gente diferente para pensar de forma igual por um projecto comum, o futuro de Santarém."

Moita Flores Pres. CM Santarém

COMUNISTAS DESTRONAM PS EM ALPIARÇA

A CDU, que chegou a eleger dois vereadores nas autárquicas de 2002, fica agora sem representantes na Câmara Municipal de Santarém. Em parte, o mau resultado deve-se ao polémico processo de expulsão da ex-deputada Luísa Mesquita, que reunia grande popularidade entre os escalabitanos e valia muitos votos no concelho. Em contrapartida, os comunistas venceram no concelho de Alpiarça (com 49,67%) e conquistaram a liderança da Câmara Municipal, que estava entregue ao Partido Socialista.

Ver comentários