Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
9

MP recorre da não pronúncia de Judas

O Ministério Público (MP) vai recorrer da decisão de não pronúncia do antigo líder da Câmara de Cascais, José Luís Judas, e do empresário Américo Santo para julgamento, no âmbito do processo do Plano Especial de Realojamento (PER) do município.
27 de Outubro de 2008 às 17:58
José Luís Judas
José Luís Judas FOTO: D.R.

Fonte da Procuradoria-Geral da República afirmou esta segunda-feira que “o Ministério Público vai interpor recurso por não se conformar com a decisão”.

Recorde-se que o Tribunal de Cascais decidiu no passado dia 8 não levar a julgamento os dois arguidos do caso PER - programa de construção de casas para realojamento de moradores em barracas - que envolvia alegados crimes de burla qualificada, infidelidade, participação económica em negócio, abuso de poder e prevaricação.

 

 

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)