Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
5

Não somos ratos

Sem medo de defender as suas ideologias face às grandes forças políticas, Filipe Guerra, secretário-geral do PH, juntou os pequenos partidos para um debate, onde se falou dos seus projectos e também onde traçaram duras críticas à comunicação social.
14 de Fevereiro de 2005 às 00:00
Os humanistas Filipe Guerra e Pedro Braga
Os humanistas Filipe Guerra e Pedro Braga FOTO: Manuel Moreira
“Nós não temos direito à expressão”, acusou o dirigente do MRPP, Hernâni Lopes, acrescentando que os pequenos não deviam ser tratados como “ratos”. Opinião aliás partilhada por todos. Do PND, Jorge Afonso, defendeu que a democracia é feita da “diversidade” partidária. Diversidade esta que está posta em causa pela nova Lei dos Partidos, segundo Santana Henriques do POUS. “A lei extingue os partidos existentes e coloca entraves aos que podem surgir”, acusa.
CAMPANHA: "DESERTO DE IDEIAS"
O líder do PCTP/MRPP, Garcia Pereira, considerou ontem que, no global, a primeira semana de campanha eleitoral foi “muito negativa”, tendo sido marcada por um “deserto de ideias” que privilegia “o insulto e a superficialidade”. “Não se discutiram ideias, nem os problemas do País ou as soluções”, afirmou.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)