Barra Cofina

Correio da Manhã

Política

Névoa renuncia à presidência da Braval

Domingos Névoa renunciou esta sexta-feira ao cargo de presidente da Braval. O empresário, cuja eleição para a administração da empresa foi fortemente contestada , alegou “a conveniência em não afectar o regular funcionamento da empresa e o relacionamento entre os accionistas”.
3 de Abril de 2009 às 19:11
Domingos Névoa
Domingos Névoa FOTO: D.R.

Em comunicado, o empresário, condenado por corrupção em Fevereiro, sublinha que 'a tomada de posição assenta em razões estritamente pessoais e/ou empresariais,  não representando por isso o reconhecimento de qualquer impedimento de natureza  legal ou moral para a assunção do cargo'.  

 

'Ao invés do que tem sido veiculado pelos órgãos de comunicação social  e corroborado por alguns dirigentes político-partidários, não corresponde  à verdade que recaia actualmente sobre mim qualquer condenação transitada  em julgado, designadamente por tentativa de corrupção para a prática de  acto lícito', diz Domingos Névoa na nota.

 

O empresário concluiu a nota escrevendo que 'independentemente disso, atenta a extrapolação  feita em torno da eleição para o cargo de administrador da Braval - Valorização  e Tratamento de Resíduos Sólidos, SA e a relação entre os seus accionistas',  opta por renunciar ao cargo para que foi nomeado.  

 

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)