Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
3

Nova Comissão Executiva da CGTP reúne 2ª feira

A nova Comissão Executiva da CGTP reúne-se segunda-feira para discutir a atribuição de áreas de responsabilidade aos 29 sindicalistas que a integram, depois de ter tido uma renovação de cerca de metade dos seus elementos.
4 de Fevereiro de 2012 às 17:25

Ao secretário-geral cabe a coordenação geral da Comissão Executiva, em articulação com os restantes dirigentes, as políticas gerais da CGTP, o acompanhamento da concertação social e as posições e declarações públicas da central sindical.

O novo secretário-geral, Arménio Carlos, foi, nos últimos quatro anos, responsável pelas áreas do emprego, formação profissional, acção reivindicativa e contratação colectiva e acompanhou, com Carvalho da Silva, a concertação social.

Armando Farias e Augusto Praça, que foram eleitos para a Executiva no XII congresso da Intersindical, já trabalhavam com Arménio Carlos na acção reivindicativa e contratação colectiva e na formação profissional, por isso é expectável que ambos venham a assumir estas áreas.

O secretário-geral da CGTP admitiu essa possibilidade mas disse à agência Lusa que estão muitas áreas em aberto e é preciso fazer uma avaliação conjunta.

Deolinda Machado, Joaquim Dionísio e Fernando Gomes são alguns dos antigos dirigentes que se mantêm na Executiva e que deverão manter os pelouros, que são, respectivamente, relações com a comunicação social, legislação e justiça do trabalho e segurança e saúde no trabalho e cultura.

A área da organização sindical, que inclui a estruturação do movimento sindical, a sindicalização e a organização de base, esteve nos últimos anos a cargo de João Paulo, um dos dirigentes que saiu por motivo de idade.

Segundo fontes da CGTP, a organização sindical deverá passar para as mãos de Graciete Cruz, que transita da anterior Comissão Executiva, onde era responsável pelas relações internacionais e assuntos comunitários.

A área relativa à promoção da igualdade entre homens e mulheres, deixada por Odete Filipe, que também saiu por motivo de idade, deverá passar para Fátima Messias, que integra o executivo da Inter enquanto dirigente da Federação dos Sindicatos da Cerâmica e Vidro.

Fátima Messias escolheu o tema da igualdade para a intervenção que fez no XII congresso da CGTP, que se realizou a 27 e 28 de Janeiro, o que indicia a possibilidade da sindicalista assumir esta área.

As áreas da Segurança social e política fiscal, que eram da responsabilidade da dirigente histórica Maria do Carmo Tavares, deverão ser das mais difíceis de atribuir tendo em conta a sua complexidade.

Vários dirigentes da Inter falaram à Lusa da possibilidade da área da Segurança Social vir a ser atribuída a José Augusto Tavares Oliveira, que entrou de novo para o Conselho Nacional e para a Executiva.

Este sindicalista, que vem do Sindicato dos Trabalhadores da Marinha Mercante, foi escolhido para o secretariado da comissão executiva o que indicia que vai ficar a trabalhar a tempo inteiro na Inter, devendo assumir um pelouro importante.  

Entre os 14 novos dirigentes que entraram estão Carlos João Tomás, do Sindicato dos Têxteis da Beira Alta, assim como Fernando Jorge Fernandes, do Sindicato dos Funcionários Judiciais e José Joaquim Correia, do Sindicato dos Trabalhadores da Administração Local (STAL).

A Comissão Executiva integra os dirigentes das principais federações e uniões distritais e dos maiores sindicatos nacionais (STAL, Sindicato dos Enfermeiros e Sindicato do Comércio e Serviços).

 

Por isso, vários dos novos elementos entraram para este órgão em substituição dos dirigentes que saíram por limite de idade, que estavam à frente de grandes estruturas sindicais.

 

José Correia entrou em substituição do presidente do STAL, Francisco Braz, o novo coordenador da FIEQUIMETAL, Rogério Silva, substituiu o ex-dirigente desta federação, João da Silva, e o novo coordenador da FECTRANS, José Manuel Oliveira, substituiu Amável Alves.

Nova Comissão Executiva da CGTP Arménio Carlos 29 sindicalistas
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)