Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
4

Nuno Melo aceita adiamento do congresso do CDS desde que se realize antes das legislativas

Candidato à liderança do partido defendeu que é importante que "os militantes legitimem quem os deve representar".
Lusa 29 de Outubro de 2021 às 01:21
Nuno Melo
Nuno Melo FOTO: Lusa
Nuno Melo, candidato à liderança do CDS-PP, afirmou na quinta-feira à noite que aceita um possível adiamento do congresso agendado para o final de novembro, desde que ser realize antes das eleições legislativas.

"Nós não nos importamos nada que o congresso seja adiado, o que não aceitamos é que seja adiado para depois das eleições legislativas", afirmou o candidato.

O centrista falava aos jornalistas à porta da sede do CDS-PP, em Lisboa, na quinta-feira à noite, enquanto decorre dentro do edifício, desde cerca das 22:00, uma reunião da Comissão Política Nacional, órgão alargado da direção.

O candidato à liderança do partido defendeu que é importante que "os militantes, através do congresso, legitimem quem os deve representar enquanto líderes e também enquanto estratégia".

Para esta sexta-feira ao final da tarde está marcado um Conselho Nacional extraordinário, convocado com caráter de urgência a pedido do presidente do CDS-PP, Francisco Rodrigues dos Santos, cuja ordem de trabalhos tem dois pontos: "deliberação sobre a realização do XXIX Congresso Nacional" e "análise da situação política".

Nuno Melo CDS-PP CDS política partidos e movimentos eleições
Ver comentários