Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
2

“O PSD não tem ideias”

O almoço gratuito já ia no fim para os cerca de 500 apoiantes do PS quando chegou a Beja o secretário-geral do partido. Sem mais demoras, José Sócrates iniciou o discurso com ataques dirigidos à líder do PSD, deixando para mais tarde a prova do ensopado de borrego.
15 de Setembro de 2009 às 00:30
José Sócrates em almoço-comício em Beja
José Sócrates em almoço-comício em Beja FOTO: Tiago Petinga/Lusa

'Já vai sendo tempo de dizer alguma coisa de positivo para o País, de dizer alguma ideia, alguma proposta ou sugestão para resolver os problemas. Não se empregue a maldizer os outros', referiu o candidato socialista.

José Sócrates lembrou depois as obras realizadas pelo seu Governo na região (IP8, Alqueva e aeroporto de Beja). 'Podemos olhar nos olhos dos alentejanos e dizer que fizemos tudo aquilo que prometemos', disse.

Antes do discurso, o líder do PS ouviu o agradecimento de uma funcionária da mina de Aljustrel pela manutenção dos postos de trabalho e as acusações à CDU do cabeça-de-lista por Beja, Pita Ameixa, pela utilização de meios das autarquias no comício realizado no domingo em Évora.

'Levaram as pessoas ao comício em meios das autarquias. É preciso pôr ordem nisto', frisou.

ENSOPADO À BORLA

A passagem da caravana socialista pelo Alentejo não podia acabar sem a prova das iguarias da região. Cabeças de borrego, queijos e enchidos foram o aperitivo para um ensopado de borrego servido à borla no Núcleo Empresarial de Beja. 'Na confecção foram utilizados 60 quilos de batata e 10 de borrego', disse a cozinheira.

FRASE DO DIA

'Já vai sendo tempo de dizerem alguma coisa positiva para o País': José Sócrates, PS

Ver comentários