Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
7

OE: CDS aponta “sinais negativos”

O líder parlamentar do CDS-PP, Pedro Mota Soares, afirmou esta quinta-feira de manhã que as linhas gerais apresentadas pelo Governo sobre o Orçamento do Estado para 2011 são “sinais negativos” e do ponto de vista dos centristas “não são os correctos” face a situação económica do país.

14 de Outubro de 2010 às 12:44
Pedro Mota Soares
Pedro Mota Soares FOTO: Duarte Roriz

Em declarações aos jornalistas, Mota Soares garantiu que fez muitas perguntas ao Governo mas que recebeu poucas respostas. Na conversa que teve com o Executivo, na sala do Governo no Parlamento, ficou claro para o CDS que o TGV se vai manter, tal como o esforço dos contribuintes.

Por seu turno, o líder parlamentar do Bloco de Esquerda, José Manuel Pureza, insistiu na ideia de que haver “uma situação de recessão” e que o Governo deu uma informação “muito vaga” ao partido sobre o OE, que é aprovado esta quinta-feira à tarde em Conselho de Ministros. O documento é entregue amanhã na Assembleia da República.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)