Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
6

OE2016: PS formaliza pedido à UTAO

Partido quer analisar previsões do FMI e Bruxelas
5 de Fevereiro de 2016 às 15:23
Documento é assinado por João Galamba, porta-voz do PS
Documento é assinado por João Galamba, porta-voz do PS FOTO: Lusa
O PS formalizou esta sexta-feira o seu requerimento para que a Unidade Técnica de Apoio ao Parlamento (UTAO) se pronuncie sobre as previsões e estimativas do FMI e Comissão Europeia sobre a evolução da economia portuguesa em 2016.

Este requerimento, que é dirigido à Comissão Parlamentar de Orçamento e Finanças, é assinado pelo porta-voz do PS, João Galamba, e pelos deputados socialistas João Paulo Correia e Paulo Trigo Pereira.

O PS entende que a UTAO se deverá pronunciar, "além do cenário macroeconómico apresentado pelo Governo, também sobre as previsões da Comissão Europeia e do FMI (Fundo Monetário Internacional) sobre Portugal, nomeadamente sobre as hipóteses subjacentes a essas previsões e as estimativas para as diferentes componentes do PIB (Produto Interno Bruto)".

"A UTAO, no âmbito do seu plano de atividades irá realizar em breve a 'Análise da proposta de lei do Orçamento de Estado'. A Comissão Europeia e o FMI divulgaram recentemente as suas previsões macroeconómicas para 2016, incluindo previsões específicas para Portugal", refere-se no requerimento da bancada socialista.

O PS invoca então que "as previsões macroeconómicas são muito importantes para a credibilidade do Orçamento de Estado".

"Neste sentido, os deputados do Grupo Parlamentar do PS propõem que a Comissão de Orçamento e Finanças requeira que, no âmbito do seu parecer técnico, a UTAO se pronuncie para além do cenário macroeconómico apresentado pelo governo, também sobre as previsões da Comissão Europeia e do FMI sobre Portugal", acrescenta-se.
PS Unidade Técnica de Apoio ao Parlamento UTAO FMI Comissão Europeia Orçamento de Estado
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)