Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
2

Oeste: Ministério da Agricultura reagiu com rapidez

O ministro da Agricultura, António Serrano, garantiu esta quarta-feira no Parlamento que o Governo reagiu com máxima celeridade possível para ajudar os agricultores afectados pelo mau tempo na região Oeste e assegurou que todos os apoios serão entregues nos prazos estipulados.
6 de Janeiro de 2010 às 18:06
António Serrano garantiu que todos os apoios serão pagos dentro dos prazos
António Serrano garantiu que todos os apoios serão pagos dentro dos prazos FOTO: d.r.

"Não é possível fazer mais rápido. Fizemos no prazo mínimo o que poderíamos fazer", assegurou António Serrano, durante o debate parlamentar pedido pelo PSD para debater as consequências da intempérie que se abateu sobre vários concelhos da região Oeste, causando várias dezenas de milhões de euros de prejuízos.

António Serrano assegurou que Ministério e Governo estiveram, "desde o primeiro momento, onde era preciso, junto dos agricultores" e avançou que pretende voltar ao local "todas as vezes que for necessário para trabalhar os casos concretos".

No debate, o governante frisou que todos os prazos estipulados para distribuir os apoios aos agricultores vão  ser cumpridos, garantindo que até 15 de Fevereiro todos os processos vão estar decididos.

As garantias do ministro não foram suficientes para o PSD que entendeu que o Governo deveria ter declarado o estado de calamidade pública. O deputado Paulo Baptista considerou que o Governo "procurou dar resposta, embora de forma atabalhoada" e que se limitou a "apresentar o que os agricultores já conheciam", não accionando qualquer medida de excepção.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)