Barra Cofina

Correio da Manhã

Política
7

OPOSIÇÃO ARREMESSA COM CONTA PARALELA

O ex-presidente da Câmara de Resende, Brito de Matos (PSD), sustentou ontem que o seu sucessor, António Borges (PS), foi "cúmplice" na criação de uma conta paralela da autarquia, tendo-a aprovado na sua anterior qualidade de vereador.
25 de Janeiro de 2003 às 00:00
"Não há qualquer saco azul. A conta era relativa à Festa das Labaredas e António Borges, que era vereador, aprovava a comparticipação camarária para o evento e, depois, as respectivas contas. A haver ilegalidade, o que recuso, ele seria cúmplice", disse Brito de Matos.

Esta reacção surge na sequência de uma auditoria da Price Waterhouse Coopers, já levada ao conhecimento da Assembleia Municipal de Resende e que o actual presidente da Câmara vai mandar para o Ministério Público, que conclui que através dessa conta paralela se movimentaram, nos últimos quatro anos da gestão de Brito de Matos, cerca de 200000 euros.

António Borges recusou à Lusa a "tentativa de co-responsabilização", afirmando que votava "apenas a realização das festas" e negando que as contas do evento fossem levadas ao plenário do executivo para aprovação.
"A única coisa que eu aprovava era a conta de gerência da autarquia", assegurou o actual presidente.

A conta era titulada pela Câmara Municipal mas movimentada apenas por três autarcas do PSD, alegados membros da Comissão de Festas da Labareda. Entre esses autarcas, contava-se o vereador da Cultura do executivo Brito de Matos, António Marques, com quem a Lusa não conseguiu falar.

"A conta destinava-se apenas a arrecadar o subsídio ou comparticipação camarária para as Festas da Labareda e a fazer os pagamentos inerentes, mais nada", assegurou o advogado que nas últimas autárquicas foi destronado pelo PS após 25 anos de gestão da Câmara de Resende.

Explicando porque é que a conta era titulada pela Câmara e não pela Comissão de Festas, Brito de Matos disse que isso decorria do facto de a comissão não ter personalidade jurídica nem número de contribuinte.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)